quinta-feira, 3 de outubro de 2013

E aí Chefe? Como está o seu... "Estilo de Líder"? Dicas para seu aprimoramento

Pesquisa atual revela: se você é Chefe, precisa urgentemente partir para uma revisão!
OK!
Você pode até não concordar com a pesquisa.... isso é normal, pois muitos líderes são assim... não acreditam que são assim. ponto.

Mas, que tal colocar seu orgulho de chefe na lixeira e reler esse texto?

Você pode argumentar que as pesquisas são falsas, tendenciosas ou ostras cositas más... porém, quando se trata de liderar, comece por praticar o Senso do Sábio, que vai lhe trazer uma melhor condição de se suportar e principalmente de suportar essa missão de ser Chefe.

Estamos combinados então, caro Chefe? 

Então, vamos à pesquisa:

Chefes brasileiros estão “mal na fita”

Meu chefe é ... ? 
Na hora de completar esta lacuna, mais da metade dos profissionais brasileiros acha que o chefe é bipolar, enrolador, autoritário e inseguro

É o que mostra um levantamento feito pelo portal VAGAS Tecnologia, especializado em consultoria e informatização da gestão de processos seletivos. 

Mas a situação não está totalmente perdida para os líderes brasileiros, já que 40% dos 10.670 participantes da pesquisa on-line qualificaram seus chefes como amigos, visionários, detalhistas e paz e amor.

Entre os oito perfis de chefes propostos pela enquete, o bipolar foi o mais votado, com 30%. 
Na outra ponta, apenas 6% disseram que o chefe tem o perfil paz e amor com os seus subordinados. 
Ao analisar a popularidade do chefe por cargo, a pesquisa constatou que a rejeição aos líderes é maior nos postos mais elevados.

“O alto escalão não está conseguindo transmitir carisma e outras qualidades que um verdadeiro líder precisa ter. Isso pode comprometer o rendimento da equipe e refletir nos resultados da companhia”, diz a coordenadora da pesquisa, Fabíola Lago. 
Segundo ela, a percepção da maioria dos profissionais acende o sinal vermelho para os chefes de maneira geral porque mostra que há uma insatisfação generalizada dos funcionários com seus gestores e que os líderes precisam urgentemente reavaliar seus conceitos e seu modelo de gestão, explica ela.

UAU!!!!
É... realmente você, como Chefe, precisa incluir em sua agenda diária o que chamo de "Momento de Mergulho".

http://synerhgon.com.br/conceitos.htm
Esse 
"Momento de Mergulho" é necessário e vai lhe transformar de dentro para fora.

Siga a #synerhdica:
a) reserve 20 minutos de sua agenda.
b) de preferência ao final do expediente.
c) respire fundo três vezes.
d) agora, com oxigênio renovado, comece a rever seu dia de trabalho, de trás para a frente, ou seja, do final ao começo.
e) anote em sua agenda:
_ pontos positivos de minhas ações
_ pontos negativos de minhas ações
_ o que me surpreendeu hoje (referente a alguma ação de seus profissionais)
_ quem eu surpreendi hoje (referente a algum dos profissionais de seu time)
f) agora pare e reflita, trazendo junto seus sentimentos.
syn! é fundamental que seus sentimentos estejam e sejam parte desse processo.
g) para cada um dos temas acima, indique um sinal de (+) ou (-) com relação aos seus sentimentos vivenciados em cada situação que você retratou.
h) para finalizar: 
Indique o que você fará de diferente à partir de amanhã, que vai trazer mais resultados sábios, tanto para você quanto seu time de profissionais.

E agora o maior desafio... divulgue isso para eles, pessoalmente!

Como sempre digo: isso é simples e complexo, como deve e precisa ser.
Agora é com você!
E se precisar de ajuda, entre em contato.
Será um prazer potencializar sua liderança e a de seus liderados com o uso do #FatorSyn!.

Acesse abaixo a notícia sobre a recente pesquisa
Fonte:
Pesquisa sobre Chefia _ Gazeta do Povo _ Cíntia Junges _ 25/09/2013


http://synerhgon.com.br/SynerhgonApresenta.pdf
PS: Se gostou, compartilhe com sua rede de contatos aí na empresa e nas redes sociais. Se tiver dúvidas ou queira compartilhar suas sensações, deixe seu comentário e conversamos. Syn! Vibro que aprecie muito!

curta.contate.siga.vamos.juntos
     

terça-feira, 1 de outubro de 2013

ALERTA! Momento crucial para revisar os Sensos Sistêmicos. Todos! "Dia da Sobrecarga"

Hoje é dia 30 de setembro de 2013.

Queria ter postado isso dia 20 de agosto de 2013 :-(
Memorize essa data... 20/08/2013.

Isso está pulsando dentro de todo meu Ser desde que a notícia saiu.
Assim, aproveitando o final dos primeiros dias de setembro e início do ciclo sistêmico master da Primavera, entendo que é meu dever fazer o ALERTA!

A mensagem é curta, grossa, ardida e ameaçadora:
Ou mudamos a forma de viver aqui no Senso Sistêmico Master (nosso planeta Terra) ou dentro de apenas 37 anos estaremos em mudança.... de planeta!!!

Antes que leia a mensagem (logo abaixo) vale algumas rápidas reflexões:

_ Como está você, Ser Humano Sistêmico?

_ Como está seu departamento, esse Ser Sistêmico onde passa a maior parte de seu ciclo de vida acordado?

_ Como está sua empresa, esse Ser Sistêmico onde acontecem Sistemas, Processos e Atividades de vários Seres Sistêmicos?

Peço que leiam com todos os seus Sensos Humanos bem plugados... e que possam realizar associações entre o que a mensagem indica e o que os Seres Sistêmicos acima, que se inter-relacionam constante e permanentemente com o Senso Sistêmico Master, para desenvolverem alternativas inteligentes, planejadas e em grupos.
Pois isso passa (ainda que já dentro da zona de perigo) a se tornar parte de suas ações daqui em diante, quer gostemos ou não.

E que passem a fazer parte do dia a dia dentro do 
Planejamento Estratégico de sua empresa. 
Menos do que isso não vai adiantar e sentiremos tremendamente para as futuras gerações: nossos filhos, netos e por ai vai!

Portanto, respire fundo três vezes e trate de se coçar, syn!

Planeta esgota hoje sua cota natural de recursos para 2013: 20/08/2013
Isso é fato.
E agora? 
O que fazer? 
Como fazer? 
Por que fazer? 
Onde fazer? 
Quando fazer? 
Quanto fazer? 
Quem vai fazer? 
O famoso 5W2H serve de ponto de partida. 
Estouramos nossa cota de recursos: 
Precisamos de 1,5 Terra para 
nos manter estupidamente consumistas. 
E temos gente ainda morrendo... de fome!?!?

Segue a notícia para sua leitura e reflexão:

"Se a humanidade se comprometesse a consumir a cada ano só os recursos naturais que pudessem ser repostos pelo planeta no mesmo período, em 2013 teríamos de fechar a Terra para balanço hoje, 20 de agosto. 

Essa é a estimativa da Global Footprint Network, ONG de pesquisa que há dez anos calcula o "Dia da Sobrecarga".

Neste ano, o esgotamento ocorreu mais cedo do que em 2012 --22 de agosto--, e a piora tem sido persistente.


"A cada ano, temos o Dia da Sobrecarga antecipado em dois ou três dias", diz Juan Carlos Morales, diretor regional da entidade na América Latina.
Para facilitar o entendimento da situação, a Global Footprint Network continua promovendo o uso do conceito de
"pegada ambiental"
uma medida objetiva do impacto do consumo humano sobre recursos naturais.

No Dia da Sobrecarga, porém, expressa-o de outra maneira: 

Para sustentar o atual padrão médio de consumo da humanidade, a Terra precisaria ter 50% mais recursos.

Para fazer a conta, a ONG usa dados da ONU, da Agência Internacional de Energia, da OMC (Organização Mundial do Comércio) e busca detalhes em dados dos governos dos próprios países.
O número leva em conta:
consumo global
eficiência de produção de bens
tamanho da população
capacidade da natureza



de prover recursos e biodegradar/reciclar resíduos. 
Isso é traduzido em unidades de 
hectares globais
que representam tanto áreas cultiváveis quanto reservas de manancial e até recursos pesqueiros disponíveis em águas internacionais.
A emissão de gases de efeito estufa também entra na conta, e países ganham mais pontos por preservar florestas que retêm carbono.

Apesar de ter começado a calcular o Dia da Sobrecarga há uma década, a Global Footprint compila dados que remontam a 1961.

Desde aquele ano, a sobrecarga ambiental dobrou no planeta, e
a projeção atual é de que precisemos de duas Terras para sustentar humanidade antes de 2050
A mensagem é que esse padrão de desenvolvimento não tem como se sustentar por muito tempo. 

"O problema hoje não é só proteger o ambiente, mas também a economia pois os países têm ficado mais dependentes de importação, o que faz o preço das commodities disparar", diz Morales.

"Isso ocorre porque os serviços ambientais [benefícios que tiramos dos ecossistemas] já não são suficientes".

BRASIL CREDOR
No panorama traçado pela Global Footprint Network, o Brasil aparece ainda como um "credor" ambiental, oferecendo ao mundo mais recursos naturais do que consome. 
Isso se deve em grande parte à Amazônia, que retém muito carbono nas árvores, e a uma grande oferta ainda de terras agricultáveis não desgastadas.
Mas, segundo a ONG WWF-Brasil, que faz o cálculo da pegada ambiental do país, nossa margem de manobra está diminuindo, e exibe grandes desigualdades regionais.

"Na cidade de São Paulo, usamos mais de duas vezes e meia a área correspondente a tudo o que consumimos", diz Maria Cecília Wey de Brito, da WWF. 
O número é similar ao da China, um dos maiores "devedores" ambientais."


Infográfico: Editoria de Arte / Folhapress

Imagem: foto de meu neto, no dia em que nasceu: 09/04/2013.


PS: Compartilhe com sua rede de contatos aí na empresa e nas redes sociais. Se tiver dúvidas ou queira compartilhar suas sensações, deixe seu comentário e conversamos. Syn! Vibro que aprecie muito e mude seus hábitos já!

curta.contate.siga.vamos.juntos