sexta-feira, 22 de julho de 2011

Investir em capacitação para colaboradores: Bom ou Ruim?

É fato que nosso Brasil está em destaque no planeta, em função de indicadores globais e locais de economia.
Podemos verificar diariamente ao caminharmos pelas ruas, encararmos os transportes públicos disponíveis, movimentar-nos de um ponto a outro das cidades e sentir que independente da faixa etária, um maior e melhor contingente de seres humanos brasilis ganhou a possibilidade de aumentar sua renda (ainda que 4 meses de nossa labuta seja repassado aos cofres públicos por força de leis... são pesados 1/3 do ano!!).

Hoje é muito bacana observar que um pintor, um soldador, um operário de fábrica possui seu veículo e outros itens materiais básicos e que seus filhos vivem em situação potencializada de maior confiança no futuro.
Isso é bom!
Mas pode ser, estar e ficar ótimo!!

O que falta, então?

Existe - infelizmente e duramente - um fosso enorme dentro das empresas quando o tema é capacitação, que aqui incluo cursos, treinamentos e palestras para aprimorar sua formação profissional e pessoal.
Os principais gestores das empresas (diretores, gerentes e supervisores) ainda não se tocaram que quanto mais informados, educados, instruídos e com conhecimentos tanto de sua atividade como do "negócio" em que a empresa atua, maiores serão os resultados a curto, médio e longo prazos.

E que o custo x benefício é tanto tangível quanto intangível, compensando plenamente esse investimento.
Esses gestores ainda são do tempo do capataz, do "cala a boca e faça o que mando, senão tá fora", de que todo colaborador é "um mal necessário" e outras que já ouvi, que prefiro não dizer aqui.

O senso de se apoiar somente no valor monetário está equivocado, doente e diria até que é como uma foto antiga em cor sépia, portanto algo de no mínimo 100 anos atrás.

http://synerhgon.com.br/agenda.htm
É chegado o momento de investir em capacitação intelectual para que seus colaboradores se tornem seres humanos presentes, participantes, responsáveis e o melhor:
Se sintam parte ativa do negócio!
O momento é agora!

O mundo muda e investir naqueles que são a melhor e mais importante parte de seu negócio, por mais simples que seja sua função no organograma, proporcionará a esse colaborador pulsar forte, adrenalar sua energia, conscientizar-se do porque está ai e como suas atividades agregam valor (que também é financeiro) para garantir sua permanência, possibilidades de promoção e vontade de retornar amanhã com o mesmo pique de hoje... assim como os gestores e a empresa!

E confesso que hoje estudo mais e melhor do que nos tempos de escola e faculdade, em quase 30 anos após terminar minha graduação.
Pois sei muito bem que se não o fizer, ficarei "de fora" rapidinho e com menores oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional. 
Posso afirmar isso, pois é com orgulho, paixão e dedicação que realizo essa maravilhosa atividade de ser consultor, assessor e instrutor.

Para sua leitura:
História das Invenções. 

PS: Se gostou, compartilhe com sua rede de contatos aí na empresa e nas redes sociais. Se tiver dúvidas ou queira compartilhar suas sensações, deixe seu comentário e conversamos. Syn! Vibro que aprecie muito!

curta.contate.siga.vamos.juntos