quarta-feira, 8 de julho de 2009

Gestão Comercial com Rentabilidade: Excelência em Pós-Venda

Observe em seu ambiente de trabalho como estão e quais são as interfaces de contato com sua base de clientes.
Entenda que clientes aqui identificados significam aqueles realmente clientes da empresa, isto é, já estão a realizar negócios e, portanto, navegaram pelo funil inteiro.

Funil este que incluiu a segmentação, prospecção, contatos telefônicos, emails, visitas, propostas, iniciou-se uma conquista que evoluiu ao longo do tempo (tempo este variável e difícil de determinar, nos causando urticárias porque sempre queremos que seja o menor possível) e que após este árduo esforço (e também o mais caro de todo o ciclo de vendas) passaram a se relacionar com sua empresa... 

Ufa!!! e Viva!!!!

E aí começa o grande desafio da rentabilidade.
Pesquisas confirmam que reconquistar um cliente inativo é até sete vezes mais barato do que conquistar um novo e que o assustador percentual de 64% vai abandonar seus produtos e serviços pelo dos concorrentes por perceberem uma... simples ... atitude de indiferença!!!
Dentro desse quadro negro (que se torna um buraco negro, como aqueles encontrados no espaço e que sugam a tudo a sua volta) acima, um fator precisa ser considerado e extremamente controlado: a rentabilidade.



http://synerhgon.com.br/SYNERHS_curso_venda_pos.htm

Rentabilidade é tão importante quanto a lucratividade e dela depende.
E como indica o percentual de remuneração do capital investido em sua empresa, portanto é uma informação que precisa ser considerada ao longo do tempo. 
Não é possível avaliar a rentabilidade no curto prazo e aí se encontra o ponto chave e crítico do sucesso para seu negócio prosperar.

Assim podemos concluir que o que vai manter e gerar a rentabilidade esperada é uma correta, constante, permanente e inteligente ação junto a sua base de clientes, pois quanto mais estes clientes permanecerem se relacionando e comprando de sua empresa, melhor e mais ganhos são realizados, com vantagens a todos os envolvidos: 

seus clientes, seus colaboradores, seus fornecedores, seus investimentos, lucratividade e óbvio, a sua rentabilidade.
Portanto, pare de se justificar com apelos do tipo “crise” e comece a focar seus esforços também na gestão de relacionamento com sua base de clientes.


Isso requer, como tudo, uma disciplina de sua equipe de vendas, algo que, venhamos, não é muito comum em vendedores, dada a tremenda necessidade de buscar novos clientes, certo?
Errado!!!!


Um vendedor profissional já sabe que o segredo de uma carteira recheada (de clientes e de faturamento) inclui a gestão de sua agenda de trabalho diária, semanal, mensal, trimestral, semestral e anual... no mínimo, não é verdade?
Então, mãos à obra, ou melhor, a sua base e comece a gerar rentabilidade, senão aquela sua preferência, sua necessidade, seu desejo vai ficar cada dia mais longe, até sumir... nas mãos ágeis de seus concorrentes. 

Ah! 
Você vai afirmar: "Isso dá um trabalhão!"
Respondo; muito menos que a conquista desses clientes, pode acreditar.


Quer realmente ter e oferecer "excelência" aos seus clientes?
Então posso lhe oferecer duas excelentes alternativas:
A primeira é adotar uma semente para colher rápidos resultados tanto para sua equipe de vendas quanto a administração de vendas.
Acesse com um clique e veja os temas de PRÉ-VENDA, VENDA E PÓS-VENDA.
E vamos conversar!
Bom trabalho, abundância e prosperidade a todos, sempre!

Saiba que para aqueles que participam de qualquer uma das capacitações acima, ganham uma SUPERVISÃO FOCAL FREE para garantir que coloque em ação toda a teoria desenvolvida.

A segunda alternativa é agora você, compartilhar com sua rede de contatos aí na sua empresa e nas redes sociais. E, se tiver dúvidas ou queira compartilhar suas sensações, deixe seu comentário e conversamos. Syn! Vibro que aprecie muito!

curta.contate.siga.vamos.juntos